Você é uma pessoa com SORTE?

15 04 2010

Todos os dias nós ouvimos a palavra “SORTE”.

Costuma-se atribuir sorte a quase tudo aquilo que é positivo. Quando alguém é promovido no trabalho, quando alguém consegue um ótimo trabalho, quando alguém se relaciona com uma pessoa incrível, quando alguém, gozando suas férias, viaja ao exterior…

Mas tudo isso é sorte?

Não acredito e nunca acreditei em sorte. Primeiro porque o fato que mais se aproxima de sorte é quando alguém é premiado em um jogo de azar. Contraditório, não?

Ainda na faculdade ouvi uma frase de um de meus professores que está registrada em minha memória e que é, ao meu sentir, a mais pura expressão da realidade.

“Não existe sorte, o que há é oportunidade e preparação!”

Ora, quando alguém é promovido em seu emprego o que menos podemos dizer é que o recém alçado à nova posição hierárquica é sortudo.

O que houve, certamente, nada mais é do que a oportunidade de um dos empregados ser promovido e aquele que estivesse melhor preparado seria o escolhido, nunca o mais sortudo.

Ok, entendo que este exemplo, em alguns casos, pode dar margem àqueles que pensam que em algumas ocasiões a promoção é ligada intimamente aos fatores políticos, ou, para outros, “puxa-saquismo”. Mas, encaremos a regra deixando a exceção de lado.

Utilizando o outro exemplo, ainda no campo de empregos, quando alguém ingressa em uma empresa fantástica, líder de seu seguimento, com um salário fantástico, deve-se à sorte?

Não, definitivamente não!

Para se conseguir um ótimo emprego é preciso estar preparado e esperar a oportunidade certa.

Concorre-se com diversos candidatos com níveis de graduação e conhecimento similares, passa-se por inúmeros testes, inúmeras entrevistas e, ao final, apenas um preencherá a vaga, vaga esta que será ocupada não por um sortudo, mas sim pelo mais preparado.

E quanto ao relacionamento?

É comum ouvirmos que determinada pessoa tem sorte ao se relacionar com alguém tão especial. Fala-se que aquele que encontrar uma mulher incrível ou um homem fantástico tem muita sorte.

Mas, novamente, teimo em discordar disso. Não há sorte nenhuma!

Encontrar alguém especial, que tenha objetivos de vida, que queira crescer, que queira um relacionamento sério e duradouro, que tenha uma ótima família, que seja inteligente, e tenha todos os outros atributos de uma pessoa interessante e relacionar-se com ela não é sorte, é oportunidade e preparação.

Não seria razoável pensar que uma pessoa extremamente interessante, com todos esses atributos, quisesse se relacionar com uma pessoa fracassada, que não compartilhasse dos mesmos objetivos, que não quisesse alcançar o mesmo horizonte.

Portanto, novamente, para relacionar-se com alguém tão especial é preciso, primeiramente, estar preparado e aguardar, pacientemente, a oportunidade de conhecer a tão especial pessoa.

De hoje em diante, quando alguém lhe atribuir o fator sorte, diga apenas: “Eu estava preparado (a) e tive minha oportunidade!”

Respeitando as eventuais opiniões em sentido oposto, é assim que eu penso.

Prepare-se e aguarde a sua chance!


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: